VOLTAR
07/01/2016
RADAR FASHION MILÃO
A+    A-


Supersofisticada e chique com gente educada e elegante em todos os lugares, Milão é uma cidade surpreendente e com um charme superdiscreto! Não há uma fórmula de sucesso melhor do que caminhar pelas pequenas ruas e encruzilhadas de Milão. Você vai descobrir e viver momentos inesquecíveis. Bem-vindo a Milão!

Por Cristina Vasques

CENACOLO

Muito antes de chegar a Milão, é importante agendar uma visita para ver “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci, uma das maravilhas da humanidade. Piazza Santa Maria Delle Grazie, 2.

Quadrilátero da moda

Existe uma atmosfera especial na cidade que ostenta luxo, poder e riqueza. Se em Florença luxo é sinônimo de simplicidade, em Milão luxo combina com glamour e ostentação. Quatro ruas formam o famoso "quadrilatero della moda": via Manzoni, via della Spiga, corso Venezia e, principalmente, via Montenapoleone. As calçadas e fachadas abusam do mármore, sempre bem trabalhado. As vitrines são enormes. São bolsas, sapatos, vestidos, camisas, ternos, meias, gravatas, joias, acessórios. Tudo com muito luxo e o requinte das maiores e das mais reconhecidas e admiradas grifes mundiais. 

É esse quadrilátero exclusivo um dos argumentos que Milão usa para defender seu título de “Capitale della Moda”.

Galeria Vittorio Emanuele

Chamada pelos milaneses de “O Salão de Milão”, ela foi pensada para ser um corredor chic e coberto que unisse as duas praças. Por ali, no início do século XX, os burgueses da cidade desfilavam, conversavam e jantavam antes dos espetáculos do Teatro alla Scala. A dica é atravessá-la sem pressa, prestando atenção em cada detalhe e olhando também para cima; e não se esqueça de passar pelo touro a mosaico no chão (à esquerda do octagono indo em direção à Praça Scala) e com o calcanhar do pé direito nos testículos do animal dar três voltas inteiras. Dizem que dá sorte. 

É pura superstição, mas muita gente faz.

Ristorante Giacomo

Essa dica recebi da Consuelo Blocker, através do Snap, e foi  certeira. Um lugar com decoração intimista, com quadros, livros e luz de velas! Bem milanês e "trendy". Perfeito para saborear os melhores peixes e outros bons pratos, com excelente carta de vinhos e funcionários muito atenciosos A pizza que servem de entrada também é divina. É fantástico, acolhedor e, durante o período da moda, cheio de fashionistas. Via Pasquale Sottocorno, 6.

CAFÉ COVA

 Desde 1817, antes de Milão ser conhecida como a  capital mundial da moda, já existia esta pasticceria na bacana Montenapole; lugar mais que  perfeito para tomar um café ou capuccino, divino! Além dos bolos, as gianduias são incríveis! Via Montenapoleone, 8.

Aperitivo no Hotel  Bulgari

Dica da superantenada e viajada Cecília Castro Cunha: “Um hotel no centro de Milão, mas totalmente escondido do público, imerso num jardim especial. Antes era um convento, que foi reformado (projeto de Antonio Citterio) e tem acabamento e sofisticação que representam o espírito de Milão. Se não se hospedar, não deixe de reservar uma tarde para um bom vinho branco e uma boa conversa entre amigos. Vale muito a pena!”

Prada na gastronomia

Acaba de abrir as portas do segundo endereço da centenária Pasticceria Marchesi, casa de pães e doces italiana, frequentada pelo pessoal da moda. A grife de Miuccia, que adquiriu 80% da sociedade com Angelo Marchesi (proprietário da Pasticceria) em 2014, já havia inaugurado outro ponto na Galeria Vittorio Emanuele II, também em Milão. A vitrine da Marchesi na via Napoleone é um convite a um café com macarons e tortas dos sonhos! Do outro lado da rua, as bolsas da grife arrasam nas cores, praticidade, beleza e modernidade!

Emporio Armani Caffè

Tudo em Milão com a marca Armani é espetacular, até nos pequenos detalhes.Tudo personalizado, ambiente perfeito, além de um café sensacional. E o toillete, um show à parte, é todo de vidro preto e vale uma visita. Sensacional! Via Croce Rossa, 2.

Gold Dolce & Gabbana

 Gold é o 1º restaurante conceito da dupla Dolce & Gabanna, com cozinha italiana, claro, e tradição mediterrânea, superbonito! No térreo, bar e café com um bistrô bem saudável, na linha light e no andar superior, pratos mais sofisticados. Fecha aos domingos.  Via Carlo Poerio, 2/A, esquina da Piazza Risorgimento.

A Catedral de Milão

Na praça, localiza-se a Catedral de Milão, maior catedral gótica do mundo, iniciada no século XIV e só concluída em 1813, com uma capacidade para quarenta mil lugares. Em qualquer cidade da Itália, quando ler ou ouvir falar de “Duomo”, estão falando da Catedral. Cada cidade grande possui uma e a grande maioria é imperdível até para ateus; não é um lugar somente religioso. Em Milão, compre um ingresso para subir de elevador até o topo e caminhar entre as dezenas de agulhas decoradas com imagens de mármore rosado. Suas dimensões representam aquilo que mais impressiona e provoca admiração em todos que a visitam. Um sonho!

Armani Libri

Ela é pequena e fica no térreo da megaloja do famoso estilista em Via Manzoni.
É forrada de livros sobre fotografia, design e, é claro, moda. Amei! Via Manzoni, 31.

10 Corso Como

Dica da empresária Ana Míriam Moura Vasques, que chegou recentemente de Milão: “10 Corso Como é uma das melhores e bem-conceituadas multimarcas do mundo, tipo a Colette de Paris. Exibem e vendem obras de arte, moda, música, design, gastronomia e cultura.  Foi fundada em 1990 pelo galerista e publisher Carla Sozzani. Imperdível também o restaurante que serve pratos super bem elaborados em ambiente aconchegante e todo rodeado pela natureza! Uma delícia!”

Breba

A região de Brera é a mais artística e boêmia da cidade, e isso não é a toa. É ali que fica a Pinacoteca, uma das melhores escolas de artes do país. Ao seu redor estão várias lojas com artigos de pintura, escultura, galerias de arte, lojas de decoração moderna etc. Um charme! É uma delícia passear por ali, uma das partes mais “italianas” da cidade, já que o bairro é tradicional e fica cheio de gente bacana e moderna. Detalhe: é uma região para pedestres; apenas moradores entram de carro ali, ou seja, há muitas bicicletas!

Praça Giardini

Só que vive em Milão conhece. É maravilhosa, cheia de árvores grandes, além de um planetário, um Museu de História Natural e o Museu do Cinema. Tudo isso e, ainda, o Museu de Arte Moderna, que fica do outro lado da rua. É só atravessar!

JM Magazine 58

JÁ NAS BANCAS!





AMPLIAR CAPA
Social:
ENQUETE



EMPRESAS DO GRUPO JM DE COMUNICAÇÃO
Publicidade: (34) 3331.7900 ou contato@jmmagazine.com.br
www.jmmagazine.com.br © 2017 · Todos os direitos reservados
AGÊNCIA DIGITAL